terça-feira, 30 de setembro de 2014

Professoras ministram oficinas de escrita e diversidade de gênero

Resgatenses,

Desirée Ferreira/Resgate Popular
Do sábado passado (27) ao final de novembro, ocorrerão oficinas de leitura e escrita para vocês, alunos(as) do Resgate. As oficinas serão ministradas pelas professoras Caroline Ozório e Isadora Laguna, e acontecerão aos sábados, das 14 às 17h (com uma pausa querida para intervalo). O objetivo do trabalho será fomentar a criticidade e autoria, que tanto são visadas nas provas de vestibular, além de refletir sobre o modo como podemos utilizar o texto dissertativo-argumentativo para expor nosso ponto de vista, através de ideias, fatos e argumentos construídos de maneira clara e consistente. Serão, portanto, abordados conteúdos referentes às disciplinas de Língua Portuguesa e de Redação.

Esse espaço é uma oportunidade para dividir pontos de vista, dúvidas e respostas, e acima de tudo para discutir nossa responsabilidade social, tendo em vista o lugar que ocupamos na sociedade. O foco, nas oficinas, será discutir o papel de cidadão frente à diversidade de gênero e sexualidade; afinal, acreditamos que a construção de uma universidade popular e igualitária, pela qual lutamos diariamente, passa necessariamente por essa questão. 

De certa forma, a ideia é transformar em estranhamento tudo aquilo que fazemos e não percebemos: questionar e refletir para, então, transformar a realidade em que estamos inseridos. Então, vem se perguntar com a gente por que os personagens da literatura brasileira contemporânea são, em sua maioria, homens (62,1%), brancos (92,1%) e heterossexuais (81%); por que, quando uma menina nasce, cobrimo-la de rosa e a presenteamos com bonecas, enquanto o garoto é cercado de azul, de carros e de soldados; e, claro, o que são o machismo e a homofobia e por que são tão nocivos para a construção da sociedade que sonhamos?

Interessaram-se? Então, anotem aí as datas de realização das oficinas: 

27 de setembro;
04 e 25 de outubro;
01, 15 e 22 de novembro.

Contamos com a presença e engajamento de todos(as)! Até lá.

Caroline Ozório, professora de de Língua Portuguesa

Nenhum comentário:

Postar um comentário